O escritor Michel Tournier, um dos grandes nomes da literatura francesa da segunda metade do século XX, morreu esta segunda-feira, aos 91 anos, na sua casa, a cerca de 50 quilómetros de Paris.

"Ele morreu às 19 horas [18:00 de Lisboa] rodeado pela família", informou um afilhado do escritor, Laurent Feliculis, que Michel Tournier considerava como um filho adotivo.

O falecimento foi confirmado pela câmara municipal de Choisel, a comuna de cerca de 550 habitantes em cuja casa paroquial o escritor vivia há mais de 50 anos.