Um fotógrafo suspeito de tirar fotografias a Kate Middlteon em «topless», durante umas férias a França, em 2012, está sob investigação desde junho, disse esta sexta-feira o porta-voz do Ministério Público de Nanterre, em França.

Um outro fotógrafo será também alvo de investigação «em breve», acrescentou o porta-voz citado pela CNN. O editor francês da revista «Closer», Laurence Pieau, também está a ser investigado por ter publicado as imagens em setembro.

As fotografias e a sua publicação levantaram questões acerca da privacidade e de ações legais por parte da família real.

As imagens foram captadas, à distância, enquanto Kate apanhava sol em privado, num castelo de um tio de William em Provence, no sul de França.

A revista «Closer» foi multada em setembro pela publicação das fotografias e foi proibida de as publicar, quer em papel ou em online.