Os hospitais públicos de Paris receberam 300 vítimas dos atentados de sexta-feira à noite, incluindo 80 feridos em "estado grave" e 177 casos de "emergência relativa", foi anunciado neste sábado.

Este balanço inclui ainda 43 "testemunhas ou familiares" que precisaram de assistência, de acordo com a Assistência Pública-Hospitais de Paris, que coordena o conjunto dos estabelecimentos hospitalares.

Pelo menos 53 pessoas tinham recebido alta ao início desta tarde.

A Assistência Pública-Hospitais de Paris disse, ainda, em comunicado, que o sistema hospitalar da cidade mostrou ter a "capacidade necessária" para responder à chegada dos feridos nos ataques, que causaram 128 mortos.