O governo britânico reforçou o nível de segurança nos portos e nas estações de comboio esta quinta-feira, depois do ataque ao jornal francês «Charlie Hebdo».

O reforço dessa segurança, com fiscalização extra, será sentido nomeadamente nos meios de transporte que ligam o Reino Unido e França. Nos serviços Eurostar ou no porto de Calais, por exemplo. 

A porta-voz do Governo refere, no entanto,  que o nível de alerta terrorista no país, não foi elevado.