ataques terroristas perpetrados no país, nos últimos três dias

«Há uma falha clara. Quando 17 pessoas morrem, isso significa que houve falhas» na segurança, afirmou o governante ao canal televisivo BFM e citado pela agência noticiosa France Presse.






«Poderia ter sido mais longo e mais dramático», comentou Valls, destacando «o alívio» sentido pelo «notável trabalho» das forças de segurança, que travaram os suspeitos.