Durante todo o Europeu, foi tradição que a Torre Eiffel se iluminasse com as cores das seleções que vencessem os jogos. Este domingo, e apesar de o símbolo da capital francesa já se ter iluminado com as cores de Portugal por quatro vezes durante o europeu, a torre não se pintou de vermelho e verde e as redes sociais incendiaram-se de críticas.

Apesar da vitória por 1-0 frente à França, com um golo de Éder já durante o prolongamento, a Torre Eiffel só se iluminou com as cores da bandeira de Portugal durante cinco segundos, retomando depois o tricolor da bandeira francesa.

Agora, sabe-se que as cores do monumento no final dos jogos são determinadas pelas hastags no Twitter.

É que ontem, alguns internautas portugueses foram até à página de Facebook da Torre Eiffel tentar perceber o que se passou e a resposta dos administradores da página não se fez esperar.

A resposta foi esclarecedora e, segundo a explicação, a responsabilidade do sucedido é atribuída aos portugueses. É que, se as cores que iluminam a Torre Eiffel são determinadas pela quantidade de hastags no Twitter, Portugal foi o país menos “tweetado”, apesar de ter conquistado a vitória no europeu.

Os votos na respetiva hashtag, contabilizados pela operadora de telecomunicações Orange, terão superado os votos dos portugueses.

Ainda segundo a página de Facebook do monumento, foi "coincidência" que a Torre se tenha iluminado com as cores dos vencedores no final de todos os encontros.