Uma jovem mãe francesa reencontrou-se com a filha de dois anos, que tinha sido levada pelo pai em outubro para fora de França, possivelmente para a Síria. Após 11 meses de separação, Mériam Rhaiem e a filha Assia, de 28 meses, reencontraram-se na Turquia. Ambas chegaram esta quarta-feira a França, a bordo de um avião fretado pelo Ministério francês do Interior, e foram recebidas pelo ministro Bernard Cazeneuve na base aérea de Vélizy-Villacoublay, em Yvelines, noticia a Francetv.

Meriam Rhaiem, com 25 anos, tornou-se conhecida em março deste ano quando fez um apelo às autoridades francesas para que reconhecessem a filha bebé como a «mais jovem refém francesa».

A jovem, que vive na zona leste de França, afirmava ter a certeza que o marido, de nacionalidade francesa e de quem se estava a divorciar, estava na Síria, onde pretendia juntar-se aos «jihadistas».

Pai «retido» na Turquia

O pai de Assia, o franco-tunisino Hamza Mandhouj, não devolveu a criança à mãe, após ter passado o dia com ela, em outubro de 2013, e saiu de França de carro em direção à Turquia, de onde telefonava à mulher frequentemente a pedir que se lhes juntasse.

O homem também afirmou que pretendia alcançar a Síria com a filha para se juntar à Frente Al-Nusra, o braço sírio da Al-Qaeda, e combater o regime de Bashar Al-Assad. De acordo com o advogado de Meriam Rhaiem, citado pela France 24, o marido tornou-se radical depois de ter viajado para Meca, pedindo-lhe que usasse o véu, criticando-a por trabalhar e impedindo-a de tocar música para a filha.

O homem acabou por ser detido na Turquia, no passado fim-de-semana, na companhia da filha, onde «está retido» desde então, refere uma fonte do Ministério francês do Interior, que tomou conta do caso.

«Posso dar-vos conta da imensa alegria dela e do alívio na luta admirável que ela travou com o Governo francês a seu lado», declarou o ministro do Interior, que se encontrou com a jovem mulher.

Em declarações aos jornalistas, Bernard Cazeneuve agradeceu a ação das autoridades turcas. O ministro escusou-se a dar qualquer informação sobre a situação e o percurso nos últimos meses do pai de Assia, no âmbito de um mandado internacional de captura.