logotipo tvi24

França: tiroteio à porta de escola faz quatro mortos

Um homem abriu fogo sobre um grupo de pessoas que estavam no exterior do edifício

Por: Redacção / PP    |   2012-03-19 08:28

Artigo atualizado às 12:57

Um tiroteio à porta de uma escola judaica em Toulouse, em França, fez, pelo menos, quatro mortos, avançam as agências internacionais. Entre as vítimas mortais estão três crianças e um adulto. Há também registo de uma pessoa gravemente ferida.

Três das vítimas fazem parte da mesma família: um professor, com 30 anos de idade, e os seus dois filhos com três e seis. A outra criança que morreu terá entre 8/10 anos. O ferido grave será um rapaz com 17 anos de idade.

Segundo testemunhas no local, um homem abriu fogo sobre as pessoas que estavam à porta da escola e, em seguida, fugiu de mota.

Recorde-se que há alguns dias três soldados foram mortos a tiro, na mesma região no sudeste de França, por um homem numa mota.

«Tragédia nacional»

O Presidente francês, Nicolas Sarkozy, já declarou como «tragédia nacional» o ataque armado e decretou um minuto de silêncio terça-feira, em todas as escolas.

Partilhar
FOTOGALERIA:
Tiroteio em escola judaica de Toulouse fez quatro mortos

Tiroteio em escola judaica de Toulouse fez quatro mortos (Jean Philippe Arles/Reuters) EM CIMA: Tiroteio em escola judaica de Toulouse fez quatro mortos (Jean Philippe Arles/Reuters)

Pelo menos 230 feridos em confrontos em Islamabad
Perante o fluxo de milhares de manifestantes, alguns dos quais munidos de paus, a polícia recorreu a gás lacrimogéneo e balas de borracha
Menino com cancro levado do hospital foi encontrado em Espanha
Ashya King tem um tumor no cérebro e necessita de cuidados de saúde urgentes
Israel saiu de Gaza devido a outras ameaças
Netanyahu explica que «Estado Islâmico às portas da Jordânia, Al-Qaeda nos montes Golã e Hezbollah na fronteira com o Líbano» ajudaram à necessidade de um cessar-fogo
EM MANCHETE
Ministério aceita metade dos pedidos de rescisão
Professores de carreira entregaram 3.606 requerimentos. Ministério da Educação aceitou 1.889
Donald Tusk nomeado presidente do Conselho Europeu
Aumento do salário mínimo: «Valor já devia estar em vigor...»