Uma criança guineense de sete anos de idade foi queimada pela própria mãe como castigo por esta ter furtado 25 francos CFA (quatro cêntimos de euro) da sua carteira, informou esta terça-feira Aida Fadia, do departamento de proteção de menores do Ministério da Administração Interna.

O caso aconteceu na segunda-feira no bairro de Quelelé, subúrbios de Bissau, mas já se encontra sob a alçada da polícia que agora está a organizar o processo para o remeter ao Ministério Público.

A criança contou à polícia que tirou da carteira da mãe 25 francos para comprar «algo para comer porque estava com fome», indicou Aida Fadia.

«Aqui não há grandes inquéritos da nossa parte. A mãe confirmou o ato e só nos resta entregar o caso à justiça», observou a responsável pelo departamento de protecção de menores no Ministério da Administração Interna.

Ouvida pelos jornalistas, a mãe da criança disse estar arrependida do que fez que afirma ter sido «um azar».

A polícia diz que casos do género são recorrentes na Guiné-Bissau.