Quatro pessoas, entre os quais dois bombeiros, morreram esta madrugada num incêndio numa casa em Estrée Blanche, no norte de França, por causas ainda desconhecidas, segundo as autoridades locais, citadas pela AFP.

Na localidade entre as cidades de Arras e Calais e depois de um alerta de um vizinho, as chamas foram combatidas por bombeiros de vários quartéis, entre eles dois homens, de 21 e 22 anos, de Liers.

Ao tentarem entrar na casa incendiada, estes dois homens sofreram um choque térmico e apesar da ajuda de um colega, que acabou gravemente ferido, morreram.

Na casa morreram dois irmãos, de 16 e 22 anos, tendo a mãe sofrido graves queimaduras.

O ministro do Interior francês, Gérard Collomb, manifestou a sua "imensa tristeza" e, em comunicado, anunciou a abertura de uma investigação.

Collomb recordou que esta foi uma semana "particularmente mortífera para los bombeiros franceses", reportando-se a um outro bombeiro que morreu arrastado por uma corrente quando ajudava uma família bloqueada num carro inundado devido à tempestade Eleanor.