A recuperação da posse de um terreno por parte da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano deu origem a confrontos entre manifestantes e polícia, em São Paulo, no Brasil.

Cerca de 180 pessoas ocuparam os carris de uma estação ferroviária na zona Leste da cidade. Os manifestantes ergueram barricadas e interromperam a circulação de comboios durante várias horas.

A polícia militar foi chamada e enfrentou os manifestantes usando gás lacrimogéneo. O protesto deu ainda origem a um incêndio combatido pelos bombeiros.

Os manifestantes estão contra a recuperação da posse do terreno que foi entretanto autorizada pelos tribunais e está marcada para novembro. A Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano de São Paulo acusa os moradores de uma área adjacente de terem invadido ilegalmente o espaço.

Para aquele local está prevista a construção de várias praças, ruas, escolas e uma urbanização.