Pelo menos 100 pessoas morreram, este domingo, num incêndio de grande dimensão num templo no sul da Índia onde decorriam celebrações com fogo-de-artifício, informou Oommen Chandy, líder do governo do estado de Kerala, onde ocorreu o fogo.

Um balanço inicial dava conta de 50 mortos, que depois subiu para 79 e mais tarde para 84. O fogo pode ter feito ainda cerca de 350 feridos.

De acordo com a imprensa local, o fogo começou às 03:30 (horário local) devido a uma faísca que caiu sobre um prédio, onde se armazenavam os fogos de artifício, alguns deles muito potentes.

Testemunhas citadas pela agência Ians indicaram que as chamas provocaram uma enorme explosão De acordo com a BBC e as imagens divulgadas pela Reuters, um prédio do templo desabou.