Um membro da tripulação da Fly Jamaica Airways foi preso por tentar entrar nos Estados Unidos com vários quilos de cocaína, de acordo com um comunicado da Alfândega e Proteção de Fronteiras dos EUA.

Tudo aconteceu a 17 de março. Depois de chegar ao aeroporto JFK, em Nova Iorque, de um voo proveniente de Montego Bay, Jamaica, o tripulante percebeu que não iria conseguir enganar as autoridades. Assim, Hugh Hall, de cidadania jamaicana, apresentou-se para ser revistado e acabou por ser levado para uma sala privada para ser interrogado.

Depois de ser revistado pelas autoridades, Hugh Hall foi fotografado junto, ou melhor, colado à droga. Isto porque o suspeito transportava cerca de quatro quilos de droga, no valor de 130 mil euros, distribuídos em quatro pacotes colados às pernas.

Fotos divulgadas pelas autoridades mostram o suspeito, vestido com o uniforme da companhia aérea, com as calças baixas de modo a mostrar as ligaduras que seguravam a droga coladas às suas pernas.

"Esta apreensão é outro exemplo de que os nossos agentes estão atentos em proteger os EUA da distribuição de drogas ilícitas", afirmou Leon Hayward, diretor da Alfândega e Proteção de Fronteiras dos EUA, em comunicado.

O suspeito foi acusado de contrabando de narcóticos e será processado pela procuradoria dos EUA no tribunal de Nova Iorque.