Um passageiro que embarcava num voo para Viena causou uma situação de pânico no aeroporto de Fiumicino, em Roma, ao confidenciar ao comandante da aeronave que tinha uma bomba escondida na sua bagagem de porão.

Segundo o italiano «Corriere della Sera», o homem, de nacionalidade eslovena, foi imediatamente detido pela polícia do aeroporto e levado para uma sala, enquanto os restantes 82 passageiros foram retirados do avião.

O comandante alertou imediatamente a torre de controlo e estacionou o avião numa zona mais afastada dos edifícios. Uma brigada anti-bomba foi imediatamente para o local averiguar.

A ameaça causou vários atrasos em outros voos e que pelo menos três fossem desviados para o aeroporto de Ciampino, também em Roma.