A agência que regulamenta alimentos e medicamentos nos Estados Unidos, a Food and Drugs Administration (FDA), aprovou, esta terça-feira, um medicamento conhecido como o "viagra feminino". O medicamento flibanserin  tem o objetivo de tratar a falta de desejo sexual nas mulheres.

O "viagra feminino" é o primeiro medicamento destinado a aumentar a libido da mulher.

A comissão da Administração de Medicamentos e Alimentos (FDA) debateu por várias vezes a viabilização do fármaco. Duas tentativas anteriores (em 2010 e 2013) fracassaram depois de os especialistas terem considerado que os resultados sobre a efetividade do medicamento não eram convincentes.

Agora, a FDA seguiu as recomendações de um comité consultivo de peritos que voltou em junho a recomendar a comercialização do medicamento.

As mulheres que tomaram Flibanserin relataram, em média, 4,4 encontros sexuais satisfatórios por mês, contra 3,7 das que tomaram um placebo (medicamento ministrado com fins sugestivos).