O Congresso norte-americano, liderado pelos republicanos, aprovou uma autorização temporária de despesa para evitar que os serviços do governo federal fossem encerrados a partir desta sexta-feira. 

A medida foi aprovada na Câmara dos Representantes, por 231 votos contra 188, e depois pelo Senado, com 66 votos favoráveis e 32 contrários.

Os congressistas cumpriram assim um serviço mínimo, num 'sprint' dirigido a um período de férias, adiando para o próximo ano disputas sobre imigração, cuidados de saúde e orçamento. 

A legislação sobre o financiamento do governo federal evita que este tenha de parar à meia-noite de hoje. 

A proposta de lei aprovada permite que o governo funcione normalmente até 19 de janeiro e inclui medidas como o desbloqueio de centenas de milhões de dólares para construir uma base de mísseis no Alasca e reparar dois navios envolvidos em acidentes recentes. 

Um programa público de seguro doença para 8,9 milhões de crianças, designado CHIP, vai ter a autorização prolongada até 31 de março, o que permite evitar qualquer falha na cobertura. 

E também foi autorizado um programa de vigilância de telecomunicações na internet fora dos EUA, até 19 de janeiro, cujo prazo inicial acabava no final do ano.