O terrorista filipino Basit Usman, cuja captura é recompensada pelos Estados Unidos em um milhão de dólares, está ferido e escondido na província de Maguindanao, em Mindanao, no sul das Filipinas, revelaram fontes oficiais.

O governador de Maguindanao, Esmael Mangudadatu, declarou à emissora de rádio dzBB que Usman foi ferido num ombro durante uma operação antiterrorista em janeiro na localidade de Mamasapano, mas continua escondido na mesma zona.

O terrorista, alegadamente implicado em inúmeros atentados, terá também sofrido um derrame cerebral ligeiro e pode ter planeado mudar-se para outra povoação, acrescentou.

As Forças Especiais da polícia lançaram a 25 de janeiro uma operação antiterrorista na zona da povoação de Mamasapano para neutralizar o malaio Zulkifli bin Hir, conhecido como «Marwan», e o filipino Usman.

Segundo o FBI, «Marwan» morreu na ofensiva onde também foram abatidos 44 agentes da polícia.