O Papa criticou, este domingo, uma sociedade machista que não dá espaço à mulher, durante um encontro na Universidade de Santo Tomás, em Manila, perante milhares de jovens.

De acordo com a agência EFE, Francisco lamentou a «muito reduzida» presença de mulheres na cerimónia e defendeu que estas «têm muito mais a dizer na sociedade de hoje».

«Às vezes somos demasiado machistas e não damos espaço à mulher, mas a mulher é capaz de ver as coisas com olhos diferentes dos dos homens», acrescentou.


O Sumo Pontífice também recordou e pediu uma oração pela jovem que morreu durante a missa que celebrou em Tacloban, na ilha de Leyte, no sábado.

«Chegou-me ontem [sábado] a triste notícia que antes de começar a missa caiu um dos andaimes sobre uma jovem que estava a trabalhar e ela morreu. O seu nome é Kristel Mar Padasas», disse o Papa.


Francisco assinalou que a jovem de 27 anos trabalhava para uma associação católica (Catholic Relief Services) e era voluntária.