Confrontos entre clãs rivais no Sudão, ocorridos na quinta-feira, perto de um local de exploração de petróleo no Estado do Kordofan-Oeste, causaram 150 mortos e 100 feridos, anunciaram meios oficiais.

Os combates entre dois clãs da tribo dos Misseriya resultaram de uma disputa de terras perto do campo petrolífero, disse um chefe tribal, Mohammed Omer Al-Ansari, citado pelo Centro dos Meios sudanês, que está ligado aos serviços de segurança.

Segundo a agência AFP, a notícia chega um mês depois dos mesmos grupos, «Zurug» e «Awlad Amran», se terem envolvido em outro confronto na mesma área que vitimou 41 pessoas.

Ambos os grupos reclamam propriedade do local onde a exploração de petróleo está a ser feita.