O Presidente da Bolívia, Evo Morales, anunciou no domingo a captura, em La Paz, de um paramilitar que foi condenado pelo desaparecimento do líder socialista Marcelo Quiroga Santa Cruz, em 1980.

O chefe de Estado revelou numa conferência de imprensa, na cidade de Santa Cruz (leste), que o detido é Felipe Froilán Molina Bustamante (conhecido como “Killer”), um paramilitar que foi condenado por esse crime a 30 anos de prisão.

Segundo Morales, o acusado foi detido num esconderijo secreto numa casa, após duas horas de buscas realizadas por 80 polícias que chegaram ao lugar depois de seguir a filha do condenado.