Um japonês de 60 anos descobriu que foi trocado à nascença num hospital de Tóquio com um bebé que nasceu 13 minutos depois. A troca custou-lhe uma vida de riqueza junto da sua família biológica.

Segundo a «Sky News», o sexagenário processou com sucesso o hospital em questão e vai receber uma indemnização de 38 milhões de yens (cerca de 272 mil euros).

«Eu podia ter tido uma vida diferente. Eu quero que [o hospital] volte atrás no tempo até ao dia que nasci», disse o homem aos media japoneses. «Eu não acreditava. Para ser honesto, eu não queria aceitar».

O homem, solteiro e condutor de camiões de profissão, culpa o hospital por uma vida de pobreza, uma vez que poderia ter sido o mais velho de 4 irmãos de uma família bastante rica.

O erro só foi descoberto porque os três irmãos biológicos do lesado decidiram fazer um teste de ADN ao irmão mais velho (o trocado com o queixoso) porque sempre desconfiaram das diferenças físicas entre eles.

O homem contou que durante meses não conseguiu segurar as lágrimas cada vez que pensava na vida que poderia ter tido ou quando olhava para fotografias dos pais biológicos.

O juiz Masatoshi Miyasaka atribuiu-lhe a compensação baseada na perda a nível educacional e pelo trauma emocional que a situação lhe causou.

Os irmãos biológicos contaram que se lembram de ouvir a mãe contar que quando o seu filho voltou do primeiro banho no hospital trazia as roupas erradas vestidas.

Agora que descobriram a verdade, todos querem apenas recuperar o tempo perdido, e aproveitar o que lhes resta juntos.