A força aérea israelita realizou esta quarta-feira quatro ataques aéreos contra alvos militantes na Faixa de Gaza, de acordo com testemunhas palestinianas, horas depois de um ataque com um rocket ter atingido o Estado judaico.

Os aviões tomaram como alvos campos de treino do grupo 'Jihad Islâmico' em Rafah, Khan Yunis e na cidade de Gaza, descreveram testemunhas. Não há ainda registo de mortos.

Na terça-feira, um rocket lançado a partir da Palestina atingiu o sul de Israel, mas não causou mortos ou estragos. O ataque não foi reivindicado pelo Hamas.

É o terceiro rocket lançado a partir da Faixa de Gaza desde a entrada em vigor do cessar-fogo, que travou o conflito, em 2014, do qual resultaram mais de 2.200 mortos.