a deusa grega Niobe, foi deixada na porta da sua casa destruída na Faixa de Gaza. Agora, a pintura está numa galeria local e no local onde estava a porta apenas o vazio.









«Disseram que a queriam por num museu em Gaza onde toda a gente a pudesse ver.»






«Um homem disse-me: 'Somos do grupo que fez a obra'. Fizeram-me assinar um papel. Pressionaram-me e aceitei porque precisava do dinheiro», afirmou.


«Eles enganaram-nos. É uma fraude. Pedimos que a porta seja devolvida.»

O comprador da obra, entretanto contactado pela BBC, afirma que a compra foi legal e recusou tecer mais comentários sobre o assunto.