A Guarda Civil espanhola deteve nas últimas horas quatro pessoas em Madrid por suspeita de liderarem uma organização que recruta e doutrina extremistas, informou hoje o Ministério do Interior, num comunicado.

As detenções aconteceram nas localidades de Pinto e Ciempozuelos.

Três dos detidos têm nacionalidade marroquina e um é espanhol, segundo o mesmo comunicado.

De acordo com o jornal espanhol El País, o grupo organizado utilizava propaganta jihadista através de diversas plataformas na Internet e aplicações de mensagens instantâneas, com o objetivo de captar e radicalizar pessoas para a causa islamita.

Os suspeitos controlavam as atividades das pessoas que tentavam recrutar, explicavam como deviam fazer a sua vida quotidiana e diziam como é que elas deviam interpretar determinadas notícias.

A operação da Guarda Civil continua em curso.