11 mortos e 57 feridos é o balanço atual de duas explosões num mercado da cidade de Hyderabad, Índia. As explosões foram provocadas por duas bombas colocadas em bicicletas, perto de um dos mercados da cidade, mas ainda não se sabe quem são os autores do ataque.

O primeiro-ministro indiano já condenou o atentado e afirmou, no Twitter, que «os culpados serão castigados». O dirigente pediu à população para se manter calma e as autoridades estão a prestar ajuda aos feridos e aos familiares das vítimas mortais.

Ainda nenhum grupo terrorista foi acusado como autor do ataque. As bombas explodiram pouco depois das 19 horas da tarde, hora local e afetaram a zona num raio de 150 metros.

Este é o primeiro ataque bombista desde que uma explosão num Tribunal de Nova Deli matou 13 pessoas, em setembro de 2011.