bloqueou as contas de pelo menos 360 utilizadores

Ao certo, segundo um comunicado da Administração do Ciberespaço da China, foram encerrados ou suspensos temporariamente 50 sites. 

Essas páginas “criam pânico publicando informação sem verificá-la ou permitindo aos seus utilizadores divulgar rumores infundados”.

Entre os rumores, aponta a administração no comunicado citado pela agência oficial de notícias Xinhua, estão informações de que “as explosões causaram pelo menos 1.000 mortos” e de que “os supermercados em Tianjin foram saqueados”.

Ao mesmo tempo, existirão comentários a defender uma mudança do governo no município.

O último balanço oficial dá conta de 112 mortos e pelo menos 95 desaparecidos, a maioria bombeiros, na sequência das explosões.

Foi também já reconhecida publicamente a presença de centenas de toneladas de cianeto de sódio no local das explosões. Trata-se de um químico altamente mortal.