A polícia venezuelana localizou os restos do corpo de um comerciante madeirense de 40 anos de idade que em julho último foi sequestrado, assassinado e esquartejado por vários homens armados, em Caracas.

Os restos do comerciante foram encontrados, enterrados, no bairro Gramoven de Cátia, oeste de Caracas, no lado oposto da mesma montanha onde na última na última terça-feira a polícia encontrou uma ossada humana e um cadáver em estado avançado de descomposição.

Segundo fontes policiais a localização do cadáver teria sido revelada por um dos quatro indivíduos «capturados» terça-feira pelas autoridades, entre eles o líder do grupo que terá sequestrado e assassinado o comerciante.