A vitória histórica do democrata Doug Jones sobre o republicano Roy Moore foi esta quinta-feira declarada oficial, depois de os responsáveis eleitorais terem certificado Jones como vencedor da eleição para o Senado dos EUA, apesar de Moore ter denunciado fraude eleitoral.

Jones derrotou Moore nas eleições de 12 de dezembro por 21.924 votos, tendo conseguido uma vitória para os democratas num estado tradicionalmente republicano, tornando-se o primeiro democrata eleito pelo Alabama para o senado em 25 anos.

O reconhecimento da vitória surge depois de o candidato republicano ao Senado pelo Alabama Ray Moore ter interposto uma ação em tribunal para tentar evitar que o estado declare o democrata Doug Jones como vencedor das eleições intercalares de 12 de dezembro.

O advogado de Moore escreveu no processo que acreditava ter havido irregularidades, reclamando uma investigação por fraude e eventualmente a realização de novas eleições.

Jones afirmou que está ansioso por começar a trabalhar para o povo de Alabama no próximo ano: "Como disse na noite eleitoral, a nossa vitória marca um novo capítulo para o nosso estado e para a nação", disse.

Vou ser uma voz independente e vou trabalhar para encontrar um entendimento com os meus colegas nos dois lados para colocar Washington no rumo certo e vou lutar para fazer do nosso país um lugar melhor para todos", acrescentou.