A polícia do Arizona divulgou imagens do atropelamento mortal causado por um veículo autónomo da Uber. Recorde-se que esta foi a primeira morte causada por um veículo sem condutor.

O vídeo do acidente que ocorreu em Tempe foi divulgado devido à gravidade do mesmo, segundo informou a polícia em comunicado.

Uma câmara que capta o exterior do veículo mostra uma mulher a caminhar no meio da estrada, num caminho escuro, com a sua bicicleta, e vê-se o momento da colisão, terminando aí a gravação.

Depois, outra câmara foca a pessoa que opera o sistema dentro do carro, que olha para baixo repetidamente até que o acidente acontece.

O vídeo tem uma duração total de 21 segundos.

Nesta terça-feira, Sylvia Moir, chefe de polícia de Tempe, contou aos meios de comunicação local a versão do único homem que ia dentro do veículo. "Foi como um flash, a pessoa apareceu à minha frente", terá dito o indivíduo.

Sylvia Moir declarou numa entrevista ao The Arizona Republic que o acidente era “completamente impossível de evitar”, tanto com o sistema autónomo como se o automóvel estivesse a ser conduzido por uma pessoa.

Investigadores do Conselho Nacional de Segurança nos Transportes chegaram na terça-feira a Tempe para começarem as investigações. Em comunicado, informaram que estarão na cidade toda a semana e que a causa do acidente será conhecida “depois de se realizar uma investigação exaustiva da informação recolhida e da análise dos dados.”

O acidente aconteceu no domingo à noite. Elaine Herzberg, de 49 anos, acabou por morrer devido à gravidade dos ferimentos.

Enquanto decorre a investigação, a Uber suspender os testes que estava a realizar em carros sem condutor  no estado do Arizona, em São Francisco (Califórnia), Pittsburh (Pensilvânia) e Toronto (Canadá).