A polícia norte-americana deteve seis ativistas armados que ocupavam instalações de um parque natural em Oregon, Estados Unidos, numa operação que causou um morto, informou o FBI, na terça-feira.

Ammon Bundy, que liderou o protesto, foi um dos detidos. Bundy explicou que as suas ações foram motivadas pelo pedido de um rancheiro que queria levar as suas 600 cabeças de gado a pastar numa propriedade federal, mas foi impedido de o fazer quando os Serviços de Pescas e Vida Selvagem dos Estados Unidos instalaram ali uma vedação.

A ocupação da reserva natural de Malheur, no Oregon, começou a 02 de janeiro, no seguimento de uma manifestação de apoio a dois rancheiros locais, Dwight Hammond e o seu filho Steven, de 73 e 46 anos, respetivamente, que foram condenados por queimadas não autorizadas em território federal em 2001 e 2006.