Depois das vitórias esmagadoras da “super terça-feira”, a pré-candidata democrata, Hillary Clinton, e o pré-candidato republicano, Donald Trump, partiram como favoritos para as primárias de sábado. Ambos com 10 Estados “no bolso”, mais seis e sete que os seus adversários mais próximos, respetivamente, tinham nesta ronda nova oportunidade de continuar a reunir os delegados necessários para a nomeação de cada partido. E não desiludiram.

Os senadores Ted Cruz (republicano) e Bernie Sanders (democrata) alcançaram no sábado duas vitórias eleitorais cada um, mas Donald Trump e Hillary Clinton venceram no Louisiana e continuam a liderar a corrida para a candidatura às eleições presidenciais pelos respetivos partidos.

O magnata Donald Trump está à frente nos Estados com maior número de delegados, tendo conquistado até agora 12 de 19 Estados desde que a votação para as primárias republicanas arrancou no Iowa.

Já Hillary Clinton também venceu no Louisiana, Estado considerado o "grande prémio" das eleições deste fim de semana, atendendo aos 59 delegados democratas em jogo em comparação os 37 para o Kansas e 25 para o Nebraska, Estados que no sábado deram a vitória ao adversário Bernie Sanders.

No total estão em jogo 155 delegados para os republicanos e 125 para os democratas (entre os quais 17 super delegados – que têm liberdade de voto na Convenção Nacional). No caso dos primeiros, para conseguir a nomeação, o pré-candidato tem de assegurar metade (mais um) dos 2472 delegados do partido (ou seja, 1237). No caso dos segundos, ao pré-candidato é exigido também metade (mais um) dos 4765 delegados, isto é, 2383.

Veja também: qual a diferença entre primárias e caucus?

 

Republicanos

Pré-candidatos: Donald Trump (2-E), Ted Cruz(2-D), Marco Rubio (E), John Kasich (D)

Os resultados (de acordo com CNN e The New York Times)

Nota: alguns resultados podem sofrer alterações, especialmente ao nível dos delegados, que ainda não estão todos atribuídos.

 

Kansas (caucus): Ted Cruz

No Estado do Kansas, Ted Cruz conseguiu não só mais do dobro dos votos do segundo classificado, Donald Trump, mas quase tantos votos que os seus concorrentes juntos. O senador do Texas alcançou 48,2% dos votos, enquanto Donald Trump conseguiu 23,3%, Marco Rubio 16,7% e John Kasich 10,7%.

Delegados (40) – Ted Cruz: 24; Donald Trump: 9 ;  Marco Rubio: 6 ; John Kasich: 1

 

Louisiana: Donald Trump

Donald Trump venceu no sul dos EUA, depois de ter perdido para o rival Ted Cruz nos estados do Kansas e Maine. O magnata levou vantagem com 41,4%dos votos, seguido pelo rival na corrida à nomeação republicana, o senador Ted Cruz com 37,8%,  Marco Rubio 11,2% e John Kasich 6,4%.

Delegados (47) – Donald Trump: 15; Ted Cruz: 14; Marco Rubio: 0 ; John Kasich: 0 .

 

Kentucky (caucus): Donald Trump

Donald Trump conquistou a segunda vitória da noite nos “caucus” (assembleias populares) republicanos depois de ganhar as primárias de Louisiana. O magnata conseguiu 35,9% dos votos, contra 31,6% de Ted Cruz, 16,4% de Marco Rubio e 14,4% de John Kasich. Com estas vitórias, no Kentucky e no Louisiana, Trump consegue igual número de triunfos ao registado no sábado pelo senador do Texas Ted Cruz, que ganhou as primárias republicanas nos Estados do Kansas e Maine.

Delegados (45) – Donald Trump: 16 ; Ted Cruz: 14; Marco Rubio: 7 ; John Kasich: 6.

 

Maine (caucus): Ted Cruz

Ted Cruz impôs-se a Donald Trump com 45, 9% dos votos contra 32,6% alcançados pelo magnata. John Kasich ficou-se por 12,2% e Marco Rubio 8%.

Delegados (23) – Ted Cruz: 12; Donald Trump: 9; John Kasich: 2; Marco Rubio: 0.

Análise:

Ted Cruz venceu os caucus dos Estados do Kansas e do Maine, enquanto Donald Trump foi o vencedor nas eleições do Louisiana e Kentuky. Os resultados foram divididos o suficiente para que Ted Cruz considerasse que marcam uma viragem, na caminhada "imparável" para a nomeação republicana de Donald Trump. Falando aos apoiantes em Coeur d’Alene, depois de anunciada a vitória no Kansas, Ted Cruz disse que os resultados mostravam que ele era a verdadeira alternativa a Donald Trump.

“O grito que ouvem, o uivo que vem da capital, Washington, é puro terror sobre o que ‘Nós, o Povo’ estamos a fazer juntos”, disse o senador do Texas.

Cada vez mais para trás parecem estar os outros dois candidatos republicanos ainda na corrida, Marco Rubio e John Kasich, que não venceram qualquer votação de sábado.

 

Democratas

Pré-candidatos: Hillary Clinton e Bernie Sanders

Os resultados (de acordo com CNN e The New York Times)        

Nota: alguns resultados podem sofrer alterações, especialmente ao nível dos delegados, que ainda não estão todos atribuídos.

 

Kansas (caucus): Bernie Sanders

O senador do Vermont conseguiu levar a melhor com 67,7% dos votos , mais do dobro alcançados pela rival Hillary Clinton (32.3%)

Delegados - Bernie Sanders: 23; Hillary Clinton: 10.

 

Louisiana: Hillary Clinton

A aspirante a candidata presidencial democrata conquistou 71,1% dos votos e "esmagou" Bernie Sanders que não foi além de 23,2%.

Delegados – Hillary Clinton: 3 ; Bernie Sanders: 10.

 

Nebraska: Bernie Sanders

Com esta vitória, senador do Vermont fica com a maioria dos 30 delegados que estavam em jogo no Nebraska. Bernie Sanders conquistou 56,4% contra 43,6% alcançados pela adversária Hillary Clinton.

Delegados – Bernie Sanders: 14;Hillary Clinton: 10.

Análise:

O sábado foi de distribuição de votos entre Hillary Clinton e Bernie Sanders, mas sem que a liderança da primeira seja afetada. Hillary Clinton venceu no estado em que havia mais delegados em jogo, o Louisiana, enquanto Bernie Sanders conseguiu levar a melhor nos caucus do Nebraska e do Kansas.

Hillary Clinton conseguiu, no sábado, mais 55 delegados (tem 663 no total) e Bernie Sanders, 47 (tem 457 no total). Para já, não há sinais de a batalha democrata abrandar. Bernie Sanders recusa-se a atirar a toalha ao chão e declarou aos apoiantes: “A nossa campanha está apenas a começar”.

Veja abaixo os resultados das primárias (passe o rato sob os Estados para conhecer os vencedores)

Veja AQUI o calendário eleitoral dos EUA.