O senador pelo Texas Ted Cruz impôs-se, esta noite, ao magnata Donald Trump na disputa republicana no ‘caucus’ do estado norte-americano do Iowa, de acordo com as projeções avançadas pelos meios de comunicação social.

O senador favorito dos eleitores evangélicos, de origem cubana, reuniu 28% dos apoios contra 24% de Trump, o seu principal rival, no ‘caucus’ do Iowa, que abre a etapa das primárias das eleições presidenciais nos Estados Unidos, segundo diferentes projeções, nomeadamente da cadeia televisiva CNN e do jornal The Washington Post.

​Em terceiro lugar ficou o senador pela Florida, Marco Rubio, também de origem cubana, com 23%.

Ted Cruz celebrou, esta noite, a vitória do cidadão comum no ‘caucus’ de Iowa, com referências a Deus e críticas à elite de Washington.

“Deus abençoe o grande estado do Iowa”, disse Ted Cruz, nas primeiras palavras que endereçou aos seus seguidores, sublinhando que esta noite marcou “uma vitória para os conservadores de base, para os conservadores corajosos no Iowa e em todo o país”.


Já Donald Trump reagiu contando que lhe disseram para não ir ao Iowa, que não ia conseguir ficar "nem no top 10". Entendeu que devia ir e que as pessoas gostavam dele. O segundo lugar deixa-o "honrado" e felicitou tanto Ted Cruz como os outros candidatos.


Hillary canta vitória, partido refreia


Do lado dos democratas, no caucus do Iowa, Hillary Clinton contou com 49,9% dos apoios e Bernie Sanders ficou quatro décimas abaixo, com 49,5%. Este empate coloca Sanders na corrida à nomeação como candidato do Partido Democrata nas eleições presidenciais dos EUA deste ano.

O senador norte-americano sublinhou ter conseguido um “empate virtual” com a sua rival e favorita à nomeação democrata à Casa Branca e congratulou-se pelo facto de o Iowa ter enviado "uma mensagem profunda" nesta votação: quando diz "basta é basta".

“Quero felicitar a secretária Clinton e a sua organização pela sua vigorosa campanha, bem como o governador O’Malley”, disse Sanders, dirigindo-se aos seus simpatizantes após conhecidos os resultados.

Já a campanha da adversária cantou vitória: "Hillary Clinton ganhou o Iowa Caucus. Depois de um relato minucioso - e análise - dos resultados, não há dúvidas. A secretária Clinton ganhou claramente os delegados nacionais e estaduais". 
 
A candidata, de viva voz, assinalou a "noite inacreditável" que passou e congratulou-se pela "grande campanha" que ela e a sua equipa fizeram. “Sou uma progressista que consegue que as coisas se façam”, disse aos seus seguidores, ladeada pela filha, Chelsea, e pelo marido, Bill Clinton, mostrando-se "ansiosa" para "debater verdadeiramente" com Sanders sobre "a melhor forma de lutar" pela América. 

O partido, esse, não se mostrou para já preparado para declarar um candidato vitorioso.

O ex-governador de Maryland O'Malley, que ficou em terceiro, anunciou entretanto a sua retirada da corrida à Casa Branca esta noite ao obter menos de 1% dos apoios.


VEJA TAMBÉM 

O calendário eleitoral e os resultados em atualização