Steve Stephens, o homem de Cleveland, nos Estados Unidos, que é suspeito de ter morto um idoso e divulgado o vídeo no Facebook, foi encontrado morto, dentro de um carro, depois de uma perseguição policial. De acordo com os meios de comunicação internacionais, teria sinais de tiros, naquilo que aparenta ter sido um caso do suicídio.

De acordo com a Agência Reuters, que cita fonte policial, o homem ter-se-á matado, após uma "breve perseguição". 

O homem de 37 anos era suspeito de ter matado Robert Godwin Sr. de 74 anos, quando este se dirigia para casa depois de um almoço de Páscoa, filmado o homicídio e divulgado posteriormente o vídeo no Facebook. Inicialmente, achava-se que tinha feito uma transmissão em direto, mas soube-se depois que a divulgação das imagens foi posterior ao homicídio.

Foi montada uma caça ao homem que durava já desde domingo de Páscoa e culminou agora nesta morte.