Notícia atualizada às 19:50

Um sismo de magnitude 6.0 foi registado esta manhã no estado norte-americano da Califórnia, informou o serviço geológico do país, provocando mais de 80 feridos, três com gravidade. Entre os feridos graves, está uma criança que sofreu múltiplas fraturas.

O governador da Califórnia, Jerry Brown, declarou o estado de emergência na região.

Segundo a agência de notícias espanhola EFE, o governador pediu às agências estatais que ajudem nos trabalhos de assistência.

«O meu gabinete de serviços de emergência tem estado completamente ativo desde a primeira hora da manhã e está a trabalhar de forma estreita com os responsáveis de emergência a nível estatal e local (¿) para responder ao impacto crítico em estruturas de edifícios», afirmou Jerry Brown, em comunicado.

Seis casas ficaram destruídas no norte de Napa.

O abalo provocou vários incêndios e muitos edifícios e lojas comerciais acabaram for ficar danificados.

O sismo foi sentido pelas 03:20 locais (11:20 de Lisboa) e a uma profundidade de 10,8 quilómetros.

Dezenas de réplicas seguiram-se ao abalo principal, cujo epicentro se verificou a nove quilómetros de Napa e a cerca de 82 quilómetros de Sacramento.

Cerca de 15 mil pessoas ficaram sem eletricidade, segundo a companhia de gás e eletricidade da região.

Este é o maior sismo registado na região desde o terramoto de Loma Prieta, em 1989, que atingiu uma magnitude de 6.9.

Residentes das cidades de São Francisco e Davis relataram a situação imediatamente na rede social Twitter.