O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, iniciou na quarta-feira uma ronda de reuniões à porta fechada com líderes do Congresso para alcançar uma solução para a crise orçamental.

Obama reuniu-se na Casa Branca com os líderes democratas da Câmara de Representantes e hoje deverá reunir-se com os republicanos e com a bancada democrata do Senado, no âmbito de uma ofensiva política para contrariar a paralisação parcial da Administração, que considera ser «completamente desnecessária», e conseguir o aumento do teto da dívida.

A Casa Branca indicou em comunicado que, durante a reunião de cerca de uma hora, Obama agradeceu o apoio dos democratas a um orçamento temporário livre de condições para restabelecer as operações das agências federais e «pôr fim à dor desnecessária» causada pela paralisação da Administração.