O presidente norte-americano Barack Obama reafirmou domingo, por ocasião do dia internacional da mulher, o seu compromisso em defender os seus direitos, apelando-as «a uma participação inteira e activa».

«As mulheres são indispensáveis para resolver» os problemas mundiais tais como as alterações climáticas, a pobreza ou os conflitos, declarou Obama, enquanto milhares de pessoas se manifestaram em todo o Mundo pela igualdade de direitos e pelo fim da violência doméstica.

Sementes de um futuro melhor

«Não vamos semear as sementes de um futuro melhor ou colher os benefícios da mudança da qual necessitamos sem a participação inteira e activa das mulheres em todo o Mundo», prosseguiu o chefe de Estado norte-americano.

«Os Estados Unidos estão ao lado do resto do Mundo para reafirmar o seu compromisso para a igualdade, a liberdade e a promoção das mulheres», acrescentou o presidente.

Os Estados Unidos têm «a grande esperança de que as suas mulheres, e as mulheres de todos os países, vão continuar a trabalhar na primeira linha para o desenvolvimento do bem-estar colectivo e consigam desenvolver o seu potencial», prosseguiu Barack Obama.

Mais cedo, a secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, sublinhou o potencial inexplorado das mulheres e lamentou que «nenhuma nação no Mundo tenha conseguido atingir uma igualdade completa».