Um homem de origem indiana, naturalizado norte-americano, foi condenado, esta quarta-feira, a 15 anos de prisão em Miami por conspirar para providenciar milhares de dólares à Al-Qaeda ou a grupos afiliados na Síria e Somália, foi anunciado.

Gufran Ahmed Kauser Mohammed, de 31 anos , admitiu, em julho, em tribunal, ter conspirado para fornecer dinheiro e recrutar para a Al-Qaeda, Frente Al-Nusra (na Síria) e Shebab (na Somália), refere um comunicado do Departamento de Justiça.

O homem, que vivia na Arábia Saudita com a sua mulher e filha, foi detido em agosto de 2013, numa operação de com agentes infiltrados e levado para Miami por efetivos do FBI.