Pelo menos 26 dos 50 estados norte-americanos recusam acolher refugiados sírios, depois dos atentados que ocorreram em Paris na passada sexta-feira. 

Como quase todos esses estados sob controlo político republicano, com essa decisão desafiam o Presidente Barack Obama, que ontem mesmo, no âmbito de uma reunião do G20, não só negou o envio de tropas para a Síria, como quis distinguir o que são terroristas daquilo que são refugiados, manifestando solidariedade para com quem foge da guerra. 

Os estados dispostos a encerrar as portas aos refugiados sírios são o Arizona, Alabama, Arkansas, Carolina do Norte, Carolina do Sul, Flórida, Geórgia, Ilinóis, Idaho, Indiana, Iowa, Kansas, Luisiana, Maine, Michigan, Mississípi, Massachusetts, Nebrasca, Nova Jersey, Novo México, Ohio, Oklahoma, Tennessee, Texas e Wisconsin, dirigidos por governadores do Partido Republicano, cita a Lusa. 

A lista também inclui, no entanto, o estado do New Hampshire, liderado por uma governadora democrata, o mesmo partido de Obama.