O primeiro-ministro iraquiano, Nouri al-Maliki, de visita aos Estados Unidos, defendeu quinta-feira que a comunidade internacional conduza uma «terceira guerra mundial» contra o «vírus» da Al-Qaeda, em pleno ressurgimento no seu país.

Maliki deve encontrar-se sexta-feira com o Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, com o objetivo de aumentar a cooperação antiterrorista entre os dois países.

«Nós queremos uma guerra internacional contra o terrorismo», disse o chefe do Governo iraquiano em Washington, chamando à Al-Qaeda e às suas filiais «vírus», soprando um «mau vento» sobre toda a região.