A Casa Branca saudou, esta sexta-feira, a adesão aos ataques aéreos da coligação contra o Estado Islâmico no Iraque por parte da Holanda, cujos caças F-16 estão preparados para entrar em ação este fim de semana.


«Os Estados Unidos saúdam a decisão tomada, esta semana, pelo governo da Holanda de enviar oito caças F-16 e 250 efetivos para conduzir ataques aéreos contra o Estado Islâmico no Iraque», disse a Casa Branca num comunicado.

O ministro da Defesa holandês, Hennis-Plasschaert, afirmou, numa missiva enviada, esta sexta-feira, ao parlamento que os F-16 «poderiam iniciar as operações já este fim-de-semana». 

Pelo menos 35 jihadistas mortos pela coligação durante a noite

Pelo menos 35 jihadistas do Estado Islâmico (EI) foram mortos na noite de sexta-feira para sábado durante ataques aéreos realizados pela coligação internacional, liderada pelos Estados Unidos, no norte e no nordeste da Síria, foi hoje divulgado.

Segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), organização não-governamental (ONG) com sede em Londres, pelo menos 30 jihadistas foram mortos perto de Shadadi, na província de Hasakeh (nordeste).

Outros cinco combatentes do EI morreram durante raides aéreos nas imediações da cidade curda sitiada de Kobane (Ain al-Arab, em árabe), na província de Alepo (região norte da Síria), junto da fronteira com a Turquia, indicou a mesma organização.