Os resultados finais ainda não estão apurados, mas as projeções dão vitória a Hillary Clinton nas primárias dos democratas na Carolina do Sul onde, do lado dos republicanos, foi Donald Trump quem ficou em primeiro na semana passada.

O principal adversário, Bernie Sanders, já felicitou a candidata, que lhe agradeceu a grande disputa naquele Estado, no âmbito do processo de escolha dos candidatos às eleições presidenciais dos EUA deste ano.

Hillary estava à frente nas sondagens e parece ter conseguido convencer o voto afro-americano, em maioria na Carolina do Sul.

Quando estavam contados 10% dos votos, a ex-secretária de Estado tinha mais de 76% dos votos.

A candidata também tem dito que os americanos "têm razões para estar zangados", defendendo que a mudança está nas mãos de todos, numa América que tem de agir como nação, sem divisões.

As eleições são em novembro e as primárias estão renhidas. Do lado dos democratas, Bernie Sanders está a dar-lhe luta.

Do lado dos Republicanos, Donald Trump tem estado imparável. Não admita que no último debate antes da super terça-feira, onde vão a jogo 15 estados, todos tenham estado contra ele, uma vez que soma três vitórias nas quatro primárias já realizadas, e aparece como o favorito nas sondagens.