O furacão Matthew perdeu intensidade para tempestade de categoria 1, ao fim de quatro dias de devastação e um rasto de morte desde as Caraíbas à costa atlântica da Florida, anunciou este sábado o Centro de Furacões em Miami.

O número de mortes no Haiti, onde o Matthew tocou primeiro em terra, ascende já a, pelo menos, 400, de acordo com as autoridades haitianas, que ainda estão a avaliar o escopo da devastação, sobretudo na zona sul do país.

Na sexta-feira, um responsável do Governo haitiano falava em 820 mortos, em declarações à agência espanhola Efe.