O estado norte-americano da Georgia executou, na quinta-feira, John Wayne Conner, condenado à morte há mais de 30 anos pelo assassínio de um amigo com o qual discutiu depois de uma noite de festa.

Conner, de 60 anos, foi executado com uma injeção letal na prisão estatal de Jackson, a sul de Atlanta, a capital do estado, informaram as autoridades.

Tratou-se da sexta execução de 2016 na Georgia e a 15.ª em todo o país.