O estado norte-americano do Texas executou, esta quinta-feira, Kent Sprouse, condenado pelos assassínios, em 2002, de um agente da polícia e de um civil, numa estação de serviço nos subúrbios de Dallas.

Kent Sprouse, de 42 anos, morreu às 18:33 de quinta-feira (00:33 em Lisboa), após ser executado com uma injeção letal na prisão de Huntsville, notificou o Departamento de Justiça Criminal do Texas.

«Quero pedir desculpa à família de [Pedro] Moreno e [Harry] Steinfeldt por todos os problemas causados. Quero pedir desculpa à minha (…) e também agradecer-lhe pelo apoio. É tudo, suponho», disse Sprouse.