A eletricidade foi reposta no aeroporto de Atlanta, nos EUA, onde um apagão obrigou, no domingo, ao cancelamento de mais de mil voos, anunciaram as autoridades do aeroporto mais movimentado do mundo.

A energia foi restabelecida em todas as instalações”, garantiu o aeroporto internacional Hartsfield-Jackson, 11 horas depois de ter dado conta de uma falha de energia, através da rede social Twitter.

 

 

Não foram facultadas informações sobre quanto tempo será necessário para que o tráfego aéreo regresse à normalidade em Atlanta.

A Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos (FAA, na sigla em inglês), que ordenara que todos os aviões com destino a Atlanta ficassem em terra, afirmou, porém, esperar que o tráfego comercial seja retomado ao longo do dia de hoje.

Os passageiros do aeroporto internacional de Atlanta Hartsfield-Jackson ficaram “às escuras” depois de as luzes se terem apagado repentinamente pelas 13:00 de domingo (18:00 em Lisboa), com o restabelecimento a ter lugar 11 horas depois do apagão.

A companhia elétrica do estado norte-americano da Geórgia, onde se localiza a cidade de Atlanta, também anunciou, poucos minutos depois da 00:00 (05:00), o prazo que tinha sido apontado para o restabelecimento da energia, que a eletricidade tinha sido totalmente restaurada.

Mais de mil voos foram cancelados no aeroporto internacional de Atlanta Hartsfield-Jackson devido à súbita falha de energia causada por um incêndio numa instalação elétrica subterrânea que aconteceu a poucos dias do pico de viagens da época natalícia, segundo a agência norte-americana Associated Press (AP).

O corte de eletricidade levou à suspensão de todas as partidas, com as chegadas a serem travadas nos seus pontos de origem. Os voos internacionais foram encaminhados para outros locais, indicaram as autoridades, citadas pela AP.

A companhia elétrica acrescentou, também através do Twitter, que foram distribuídas aos passageiros afetados mais de 5.000 refeições.

 

Certamente entendemos que a interrupção causou frustração e raiva a estamos a fazer todos os possíveis para que as pessoas voltem a casa imediatamente”, afirmou o autarca de Atlanta, Kasim Reed, numa conferência de imprensa, citado pela cadeia CNN.

Reed explicou que o foco de incêndio danificou duas subestações do aeroporto, incluindo o sistema que devia ter proporcionado apoio.

O aeroporto de Atlanta, que recebe 104 milhões de passageiros por ano, é o mais movimentado do mundo, uma distinção que mantém desde 1998.

Uma média de 275 mil passageiros passa diariamente pelo aeroporto Hartsfield-Jackson que conta com um tráfego de 2.500 partidas e chegadas diárias, segundo a AP.