O Departamento de Estado norte-americano informou este sábado que obteve mais emails correspondentes ao período em que Hillary Clinton foi secretária de Estado e que a pré-candidata presidencial não tinha disponibilizado anteriormente.

Hillary Clinton repetiu em várias ocasiões que entregou todos os emails relativos ao período em que liderou a diplomacia norte-americana (2009-2013) para que fossem analisados na investigação em curso, mas não entregou o conjunto de mensagens referidas hoje pelo Departamento de Estado.

Trata-se de um grupo de mensagens trocadas com o então comandante do Comando Central dos Estados Unidos, general David Petraeus, durante as suas primeiras semanas como secretária de Estado, em janeiro e fevereiro de 2009.