O Governo sul-coreano manifestou satisfação com as novas sanções impostas pelos Estados Unidos à Coreia do Norte, que Seul acredita contribuírem para Pyongyang decidir discutir o seu programa nuclear.

O Departamento do Tesouro norte-americano aprovou na terça-feira a imposição de sanções a oito bancos norte-coreanos e a 26 representantes financeiros que trabalham em diversos países.

Espera-se que esta última ação ajude a alertar indivíduos e entidades em países terceiros que façam negócios com a Coreia do Norte do perigo que correm”, disse um porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros de Seul, em declarações à agência Yonhap.

O presidente dos EUA assinou na semana passada uma ordem executiva que vai permitir a Washington sancionar unilateralmente pessoas, empresas e instituições envolvidas em atividades comerciais com Pyongyang.