Imagens de satélite analisadas por especialistas norte-americanos indicam que a Coreia do Norte reiniciou a atividade do seu reator nuclear de Yongbyon, capaz de produzir plutónio para o programa nuclear de Pyongyang.

As imagens, recolhidas a 31 de agosto e divulgadas esta quinta-feira pela Universidade Johns Hopkins de Washington e pelo Instituto de Ciência e Segurança Internacional dos Estados Unidos, mostram a libertação de vapor branco de um edifício próximo da sala do reator que contém as turbinas.

«A coloração branca e o volume são consistentes e o vapor emana porque o sistema de geração de eletricidade está prestes a arrancar, o que indica que o reator se encontra em funcionamento ou a ponto» de iniciar, explicam os especialistas da Universidade Johns Hopkins, na página da Internet «38 North», dedicada a estudos sobre a Coreia do Norte.