O cessar-fogo para a região sudoeste da Síria, acordado na primeira conversa a dois entre os presidentes norte-americano e russo, entrou em vigor às 9:00 locais, 7:00 em Lisboa.

O acordo foi conseguido entre Estados Unidos, Rússia e Jordânia como forma de tentar refrear a situação de guerra entre o exército governamental e grupos opositores, que dura há seis anos.

Até ao momento, não há registo de ataques aéreos após a entrada em vigor do cessar-fogo.

O Observatório Sírio dos Direitos Humanos, um escritório baseado em Londres que acompanha a situação no país do Médio Oriente fez saber que "a calma prevalece".

A agência noticiosa Reuters reporta ainda que uma fonte de um grupo rebelde na cidade de Deraa refere não haver confrontos singificativos.

Até ao momento, o exército sírio ainda não comentou a situação.

Horas antes das tréguas

Antes da hora marcada para o cessar-fogo, helicópteros do exército sírio terão efetuado  bombardeamentos no sudoeste da Síria, segundo revelou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos.

Os ataques, que incluíram o lançamento de dois mísseis, aconteceram pouco depois da meia-noite, segundo o Observatório.

Desde então, reina a calma tanto em Deraa como nas províncias de Al Quneitra e Al Sueida, abrangidas pelo fim das hostilidades.