Um homem e uma mulher de Sparta, no estado do Wisconsin, Estados Unidos, detidos por manterem crianças em jaulas, foram acusados segunda-feira de conduta imprudente, negligência infantil e prisão ilegal, informaram fontes judiciais.

As autoridades do condado de Monroe acusaram de nove crimes Travis Lanier Headrick, de 46 anos, e Amy Michelle Headrick, de 39.

O casal foi detido na sexta-feira após as autoridades terem recebidos denúncias de que mantinham crianças em jaulas improvisadas na sua habitação.

Registos do tribunal revelam que cinco crianças, quatro delas adotadas, estavam no interior da casa. Uma das crianças foi encontrada num bebedouro de cavalos que tinha uma vedação à volta presa por braçadeiras.

De acordo com os mesmos registos, citados pelos 'media' locais, Amy Headrick disse às autoridades que as crianças estavam presas para proteção das mesmas, explicando que estas sofriam de problemas mentais e de incontinência.

A fiança, para cada um dos membros do casal, foi estabelecida em 20 mil dólares (cerca de 17 mil euros). O casal deverá regressar ao tribunal a 6 de setembro.